PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Natal não combina com culpa: liberte-se dela para ter boas festas com saúde

Bella Falconi

06/12/2019 04h00

Crédito: iStock

O Natal é um tempo de festa e celebração. Celebramos Jesus, o maior nome do universo, que mudou a história da humanidade. Celebramos um tempo de graça, salvação e vida, e fazemos tudo isso na presença dos amigos e família. Logo, a noite de Natal não é um tempo para ficarmos neuróticos e pensando em outra coisa senão sermos felizes, e a ceia natalina faz parte disso, por diversos motivos.

Mas atenção: não é porque no Natal tiramos um tempo para pegarmos mais leve que temos que comer em uma noite tudo que não comemos em um ano. O que não pode faltar na mesa além de boa comida é o bom senso. Eu sempre digo a vocês aqui no blog e através das minhas redes sociais a importância de buscarmos o equilíbrio, e o Natal é uma boa ocasião justamente para colocarmos isto à prova.

É possível ter uma refeição livre no Natal, sim, mas sem ir com muita sede ao pote. Como já disse outras vezes, refeições livres ocasionais ajudam o organismo a ter um choque metabólico e trabalhar bem. É possível desfrutar de pratos não necessariamente light se observado o critério da moderação, de apreciar pequenas quantidades das comidas à mesa. Isto não vai arruinar o seu quadris. Não é bem assim. Não estrague a sua noite contando calorias e com a cabeça cheia de culpa achando que na manhã do dia 25 você estará acima do peso e infeliz por causa de uma colher de chocolate ou um prato pequeno com um pouquinho de doces: coma de tudo, mas não tudo. Percebe a diferença? Quem come pouco, come de tudo um pouco!

O conceito de saúde inclui também uma mente saudável. De nada adianta um corpo saradíssimo, com baixo percentual de gordura, se dentro dele não habitar uma pessoa feliz, realizada e equilibrada. Qualquer exagero, seja o que tende para a obesidade e o sedentarismo quanto o que tende para uma vida extremamente aficcionada por dieta e exercícios extenuantes, qualquer um destes exageros, não é saudável e não representa equilíbrio.

Como nutricionista, é meu dever sempre apontar caminhos que a ciência, através de estudos sérios e realizados com o máximo rigor, considera como verdadeiros. Logo, o que eu sugiro é que vocês façam escolhas e substituições saudáveis no que diz respeito aos pratos de natal. A quantidade de alimentos com teor reduzido de açúcar, calorias e gorduras totais disponível hoje no mercado é muito maior e que quase não se nota diferença. É possível ter à mesa opções de pratos mais saudáveis, com mais nutrientes e menos calorias vazias, mas o Natal não é uma época para neuras.

Só o fato de optar pelos pratos tradicionais em versões mais saudáveis, cortando frituras e gordura em excesso e optando por versões menos açucaradas de doces e bebidas doces já é um grande beneficio.

Para mim, o conceito de saúde é corpo são e mente sã, como era o antigo lema olímpico do Barão de Coubertin. Somos seres sociais e precisamos estar com as pessoas. Aproveite a ceia de Natal para se aproximar de amigos e parentes com quem ao longo do ano você não tem oportunidade de falar, se permita comer coisas que durante o ano você evita para manter o foco e a disciplina alimentar. Viva. Por que, infelizmente, estes momentos não se repetirão todos os dias.

Observando as dicas abaixo você não vai precisar de um detox pós natal e tanto o seu shape co-mo a sua vida social e a sanidade mental vão seguir intactos:

5 dicas para um natal mais saudável

  1. Desfrute a companhia de amigos e família;
  2. Considere o verdadeiro significado desta data;
  3. Divirta-se;
  4. Comida com moderação, mas sem peso e culpa;
  5. Procure fazer escolhas mais saudáveis para compôr a mesa, mas se permita menos rigor.

A Fundação Britânica de Nutrição (British Nutrition Foundation) preparou um guia especial com opções de substituições saudáveis para a ceia natalina, que pode ser baixado de graça (texto em inglês).

Referências
Harvard Medical School: https://www.health.harvard.edu/blog/12-tips-for-holiday-eating-201212245718
Loughboroug University – Why indulgence is better for your diet this Christmas: https://www.lboro.ac.uk/news-events/news/2017/december/why-indulgence-is-better-for-your-diet-this-christ/
How Much Damage Does Indulging Over the Holidays Actually Do?: https://health.usnews.com/wellness/food/articles/2016-12-23/how-much-damage-does-indulging-over-the-holidays-actually-do

Sobre o autor

Bella Falconi é bacharel em nutrição e mestre em nutrição aplicada pela Northeastern University, nos Estados Unidos. Atualmente É pós-graduanda em Teologia e pioneira do movimento saudável nas redes sociais. Bella também é ex-atleta fitness e ministra palestras motivacionais em vários lugares do mundo, principalmente no Brasil.

Sobre o blog

Dicas e artigos sobre saúde e bem-estar, com foco no equilíbrio e nas realizações pessoais. A ideia central do blog é motivar e também desmistificar diversos assuntos sobre alimentação saudável.

Blog da Bella Falconi